sexta-feira, 1 de abril de 2011

Pré-projeto

INTRODUÇÃO


Nesse primeiro semestre de 2011, o objetivo principal é elaborar um site baseado em um tema e subtema sugeridos pela Universidade e focalizar em um problema. O tema escolhido foi Ciências da Saúde e o subtema Nutrição, com ênfase no problema da obesidade infantil, pois trata-se de um problema atual e muito discutido por profissionais da área.
A nutrição é o controle da relação que o homem tem com os alimentos para preservar sua saúde. O nutricionista tem o trabalho de encontrar um equilíbrio naquilo que seu paciente precisa comer. Ele define os cardápios das refeições, sugere pratos e dietas para aqueles que precisam de acompanhamento alimentar específico.
Atualmente, a obesidade é considerada epidêmica e um caso de saúde pública. A obesidade infantil não é mais um problema estético, e sim uma doença que pode causar sérios problemas de saúde como: diabetes tipo 2, hipertensão arterial, entre outros; além de causar depressão. A obesidade infantil é consequência de diversos fatores, sendo os principais a alimentação errada e demasiada, junto com a falta de exercícios. Um dos modos de prevenir a obesidade é a nutrição adequada da criança.



1 CERCANDO O TEMA

1.1 TEMA
Nutrição – Obesidade infantil.

1.2 FORMULAÇÃO DO PROBLEMA
Considerando o campo da saúde, quais são as precauções e os tratamentos para a obesidade infantil?


1.3 FORMULAÇÃO DAS HIPÓTESES 
·        A alimentação saudável é importante desde o início da vida;
·        A obesidade pode causar doenças graves;
·        Há influência de fatores ambientais e biológicos no desenvolvimento da obesidade.


1.4 DETERMINAÇÕES DOS OBJETIVOS
Geral:
·     Um estudo sobre as Ciências da Saúde, no campo da Nutrição.
As Ciências da Saúde é uma área de estudos relacionada com a vida, a saúde e a doença. Alguns princípios metodológicos e atuações são utilizados por essa ciência, na fase diagnóstica, de atuação e de acompanhamento: sondagem, exames laboratoriais e testes, indicação de medicamentos, massagens, atividades físicas, avaliações clínicas e retornos periódicos são exemplos. A nutrição está inclusa nos estudos das Ciências da Saúde.
A nutrição controla a relação que o homem tem com os alimentos para preservar sua saúde. O nutricionista tem o trabalho de encontrar um equilíbrio naquilo que seu paciente precisa comer. Ele define os cardápios das refeições, sugere pratos e dietas, para aqueles que precisam de acompanhamento alimentar específico.
Nutrição é um conjunto de processos, que envolve a ingestão, digestão, absorção, metabolismo e excreção dos nutrientes, com a finalidade de produzir energia e manter as funções do organismo.  
Específicos:
·    Um estudo sobre As Ciências da Saúde, no campo da Nutrição, com um corte temático para obesidade infantil.
·    Elaborar um site que informe sobre as precauções e os tratamento da obesidade infatil.
            A obesidade infantil é um problema que afeta cada vez mais crianças, a causa está ligada a falta de instrução dada as crianças, a alimentação errada e demasiada, a falta de exercícios e até o exemplo dos pais.
            A obesidade deixou de ser um problema estético e passou a ser a causa de muitos problemas de saúde como diabetes tipo 2, hipertensão arterial, além dos constrangimentos que as criaças sofrem na escola.


1.5 JUSTIFICATIVA
A partir do tema nutrição, daremos foco na obesidade infantil, por ser um problema atual, cada vez mais comum. A prevenção da obesidade infantil é de extrema importância, pois é fundamental que se criem hábitos alimentares saudáveis nos primeiros anos de vida da criança, e que se mantenha uma alimentação saudável e balanceada com a presença da atividade física.
Porém, não é só a prevenção que é importante neste assunto, o tratamento também é de igual importância, combinando dieta e atividade física, pois ambos se completam para que a criança possa modificar seus hábitos alimentares e físicos, e crescer saudavelmente.


1.6 METODOLOGIA
A pesquisa se dará pela coleta de dados por todos os integrantes do grupo. A partir desse momento, ocorrerão diversas reuniões, nas quais será fichado todo o material encontrado e discutido, tanto o que ainda é escasso, quanto o que já está pronto para o desenvolvimento dos textos.
A pesquisa será voltada para a obesidade infantil, suas causas e consequências, as precauções e os tratamentos possíveis. Os instrumentos utilizados para a coleta desses dados serão livros, sites e slides. E posteriormente, todas as informações coletadas serão juntadas para a elaboração de um site, com a pretensão de passar as informações adiante.


2 REFERENCIAL TEÓRICO

O referencial teórico terá três eixos:
·        Ciências da Saúde – Estudos relacionados à saúde, no qual a nutrição está inclusa.
·        Nutrição – A ciência que estuda a composição dos alimentos e as necessidades nutricionais das pessoas. É um conjunto de processos que envolve a ingestão, digestão, absorção, metabolismo e excreção de nutrientes.
·        Obesidade Infantil – Patologia que afeta cada vez mais crianças e adolescentes e que pode desencadear vários outros problemas.

O estudo será inicializado fazendo-se uma análise sobre a obesidade, suas causas e conseqüências. Para isso, será utilizada a tese Determinantes Psicobiológicos do Comportamento Alimentar: uma Ênfase em Fatores Ambientais que Contribuem para a Obesidade, de Teresa Cristina Bolzan Quaioti e Sebastião de Souza Almeida (doutores em psicologia), que trata do assunto obesidade, e mostra que a maioria dos adultos obesos já tinham a tendência de sobrepeso desde crianças, tanto por fatores genéticos, quanto por fatores ambientais (que podem ser modificados com orientação médica). 

As causas associadas à obesidade são várias: hábito de comer demais e erroneamente, influência genética, meio ambiente e nível de atividade física. [...] 85% das crianças iniciaram a obesidade na fase lactente e pré-escolar, sendo que em 90% dos casos apresentavam sedentarismo e em 9,3% dos casos pelo menos um dos exames de lipídeo alterado. (QUAIOTI e ALMEIDA, p. 201, 2006).

Para dar maior ênfase no tema obesidade infantil, será feito o uso do livro Manual de dietas hospitalares em pediatria: guia de conduta nutricional, de Ana Paula Alves da Silva e Patrícia Zamberlan, que trata dos assuntos Nutrição e Obesidade Infantil, seus tipos de tratamento e prevenção, a importância de uma alimentação saudável na prevenção de doenças e da disciplina alimentar em relação aos alimentos prontos, principalmente na fase preescolar e escolar.

[...] O lanche deve ser preparado em casa, pois o acesso a alimentos prontos para o consumo em cantinas escolares muitas vezes leva à realização de refeições gordurosas e ao consumo de refrigerantes. Este quadro, quando rotineiro, pode levar ao desenvolvimento de distúrbios alimentares, como obesidade, anemia, diabetes e hipertensão arterial (SILVA, p. 16, 2006).


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

GONÇALVES, Drda: Daniela Caetano. Noções Gerais de Nutrição nas doenças - TERAPIA NUTRICIONAL. Universidade Federal de São Paulo.

SERTIÉ, Prof. Ms. Rogério Antonio Laurato. Obesidade Infantil. Curso de especialização: EXERCÍCIO FISICO COMO TERAPÊUTICA NA CLÍNICA MÉDICA.

SILVA, Ana Paula Alves da, ZAMBERLAN, Patricia. Manual de dietas hospitalares em pediatria – guia de conduta nutricional. São Paulo: Editora Atheneu, 2006.

QUAIOTI, Teresa Cristina B., ALMEIDA, Sebastião de S. Determinantes Psicobiológicos do Comportamento Alimentar: uma ênfase em Fatores Ambientais que contribuem para a Obesidade. 2006. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: <http://www.4shared.com/get/XVeeqgzC/11_DETERMINANTES_PSICOBIOLGICO.html;jsessionid=D54CB11B52D5F6B3D15739E2A8DE91E5.dc332>. Acesso em: 17 mar. 2011.

Nutrição.
Disponível em: <http://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/saude/nutricao-601867.shtml>. Acesso em: 10 mar. 2011.

Obesidade Infantil
Disponível em: <http://www.obesidadeinfantil.org/>. Acesso em: 10 mar. 2011.

Obesidade Infantil e na Adolescência
Disponível em: <http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/obesidade-infantil.htm>. Acesso em: 10 mar. 2011.

A Obesidade Infantil Já Atinge Cerca de 10% das Crianças Brasileiras.
Disponível em: <http://boasaude.uol.com.br/lib/showdoc.cfm?LibCatID=-1&Search=obesidade&LibDocID=3961>. Acesso em: 10 mar. 2011.


Nenhum comentário:

Postar um comentário